Formação Externa – Iniciação ao Braille e produção de materiais inclusivos

No âmbito da missão do Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P. de promoção dos direitos das pessoas com deficiência, vai realizar-se nos próximos dias 28 e 29 de junho no auditório do Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P., em Lisboa, a ação de formação:

Iniciação ao Braille e produção de materiais inclusivos

Objetivos

• Reconhecer a importância do sistema braille no acesso à informação pelas pessoas com deficiência visual, enquadrando-o no seu contexto histórico;

• Compreender a lógica da simbologia braille para a língua portuguesa;

• Desenvolver competências elementares de leitura e escrita em braille;

• Identificar possibilidades de aplicação do braille no quotidiano das pessoas cegas e com baixa visão;

• Integrar os conhecimentos adquiridos na produção de materiais inclusivos para pessoas com deficiência visual.

Conteúdos Programáticos

• Breve história do sistema braille

• O braille como veículo de acessibilidade à comunicação e à informação pelas pessoas com deficiência visual (art.ª 9º da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência);

• A célula braille como símbolo fundamental

• O alfabeto braille

• Formação de letras maiúsculas e algarismos

• Outros símbolos e sinais

• A utilização da máquina de escrever em braille

• Diferentes aplicações do braille em situações do quotidiano

• Potencialidades e limitações do braille na produção de materiais inclusivos.

Destinatários

• Quadros e técnicos da Administração Pública, Central e Local e de Organizações não governamentais.

• Colaboradores do setor comercial e de serviços

• Técnicos de Monumentos e museus bem como de outras atividades culturais

• Estudantes do Ensino Superior.

Formadora: Ana Patrícia Santos (INR, I.P.)

Nº de horas/ação: 14h

Data: 28 e 29 de junho

Local de formação: auditório do Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P. – Av. Conde de Valbom, 63 | Lisboa

As inscrições são efetuadas através do envio da ficha de inscrição até ao dia 27 de junho.

A ação de formação é gratuita, confere certificação, tem um número limitado de 14 formandos.